Qual a relação das áreas contábil e fiscal e a importância para as empresas

Compartilhe esta publicação:
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

A área fiscal gerencia as questões tributárias que envolvem as relações e operações de compra e venda de uma empresa. Já o setor contábil reúne dados para apontar a situação financeira e patrimonial da organização. 

Porém, para que as duas áreas consigam realizar bem seus objetivos, é necessário que haja integração entre elas. Para tirar suas dúvidas sobre o assunto, escrevemos esse conteúdo explicando a importância dessa integração, além de mostrar as etapas e benefícios deste processo. Acompanhe!

Como a área fiscal funciona? 

É obrigatório a realização e transmissão de informações aos órgãos de fiscalização, independentemente do tamanho da empresa ou área de atuação. Sendo assim, essa é uma das principais obrigações da área fiscal. 

A falta de envio, falha, erros ou omissões desses documentos podem causar multas e sanções para o seu negócio. 

Além disso, o departamento fiscal também é responsável por registrar as entradas de mercadorias e produtos, assim como suas saídas. Isso gera informações para apuração de tributos incidentes sobre venda e prestação de serviços. 

Como a área contábil funciona?

Dentro do departamento contábil estão agrupadas todas as informações da empresa. Os setores financeiro, pessoal e fiscal se unem para representar as demonstrações que mostram a realidade patrimonial, financeira e fiscal da empresa dentro de um determinado período. 

Seu objetivo principal é oferecer dados para os gestores sobre a realidade da empresa de forma precisa e exata. 

Essa área também é responsável por cumprir algumas obrigações perante o governo, como enviar a Escrituração Contábil Digital (ECD). 

Como é feita a integração das duas áreas?

Como já mencionamos no texto, o setor contábil coleta as informações patrimoniais e outros dados oferecidos e analisados pela área fiscal. 

Dessa forma, os dois departamentos estão relacionados diretamente e sua integração garante que a empresa tenha total controle sobre sua operação. Assim, é possível evitar possíveis falhas no processo administrativo da organização. 

Quais são as vantagens da integração das áreas contábil e fiscal? 

Controle dos processos 

Ao integrar as áreas contábil e fiscal, a empresa tem uma visibilidade maior dos processos que envolvem os dois departamentos. Isso proporciona controle das atividades desenvolvidas pelos setores. 

Além disso, fica mais fácil saber o que está acontecendo dentro dessas áreas, o que ajuda a resolver problemas antecipadamente e sem prejudicar a organização. 

Atualização dos funcionários envolvidos 

Com a integração dos dois setores, é possível que os profissionais envolvidos fiquem constantemente atualizados e sincronizados com as exigências de cada setor. 

Isso é importante porque ambos os departamentos sofrem com atualizações frequentemente. Por isso, é essencial que sua equipe esteja atenta às novidades da legislação constantemente. 

As alterações na forma de trabalho de uma área irá influenciar a outra diretamente. Sendo assim, a integração torna as atualizações mais fáceis de aplicar. 

Mais controle na conferência de documentos 

A empresa que trabalha de maneira integrada conquista economia de tempo no controle e conferência de documentos transmitidos de um setor para o outro. 

Sendo assim, você ganha mais agilidade dentro de prazos e obrigações, além de identificar erros e corrigi-los com mais rapidez.