O que é investidor anjo?

Compartilhe esta publicação:
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email

O termo investidor anjo foi criado nos Estados Unidos no começo do século 20. Naquela época, esses investidores bancavam os custos de produção das peças da Broadway. Sendo assim, eles assumiam os riscos, apoiavam a execução do evento e participavam dos lucros. 

 Com o passar dos anos, o investimento também pode ser feito por pessoas físicas, como profissionais ou empreendedores. Normalmente, o investidor anjo atua em startups e auxilia com capital financeiro e intelectual. Dessa forma, também é possível apoiar novos negócios com experiência e conhecimento. Por isso, a verba investida é conhecida como smart-money. 

O que o investidor anjo pode receber?

Devido ao seu investimento, o investidor anjo vai receber uma participação societária minoritária da empresa. Ele não pode assumir uma posição executiva, mas é possível atuar como um conselheiro, orientando os empreendedores e participando das decisões estratégicas do negócio. 

Por isso, a empresa em questão se torna mais capacitada para o sucesso e impulsiona o seu crescimento. 

Como funciona esse processo?

Normalmente, esse tipo de investimento é feito por um grupo de duas a cinco pessoas. Assim, é possível dividir os riscos e compartilhar a dedicação que a atuação impõe igualmente. 

Nesses casos, é designado um investidor líder. Essa pessoa irá ser responsável pela eficiência do investimento, além de fazer uma pré-avaliação do projeto e a negociação com o empreendedor para apresentá-la para os outros investidores anjo, também chamados de followers ou seguidores. 

Esse processo deixa o investimento mais eficiente e ágil, pois não é necessário que todos os integrantes do grupo participem das ações. 

Por conta desse trabalho, o investidor líder tem uma remuneração maior em comparação com os outros investidores. Esse acréscimo não é feito em dinheiro, e sim em participação percentual da empresa. Porém, ele precisa dar certeza de que tem tempo e disponibilidade para cuidar de todo o processo. 

Também é possível que um investidor atue como anjo em uma empresa e líder em outra. Assim, ele irá aumentar sua produtividade e oportunidades. Mas, se o investidor não possuir tempo para se dedicar a essas tarefas, é melhor que ele seja apenas seguidor em seus investimentos.